Voltar para o in�cio Senai
00/00/0000 às 00h00

Histórico do SENAI

Criado em 1942, o SENAI é, hoje, um dos mais importantes pólos nacionais de geração e difusão de conhecimento aplicado ao desenvolvimento industrial.

Parte integrante do Sistema Confederação Nacional da Indústria, o SENAI atende 14 áreas por meio da formação de seus recursos humanos e da prestação de serviços como assistência ao processo produtivo, serviços de laboratório, pesquisa aplicada e informação tecnológica.


A flexibilidade de sua estrutura é um dos diferenciais com o qual o SENAI conta para cumprir sua missão. Graças a ela o SENAI é o maior complexo de educação profissional da América Latina, oferecendo atendimento adequado às diferentes necessidades locais e contribuindo para o fortalecimento da indústria e o desenvolvimento pleno e sustentável do país.


A marca do SENAI está intimamente ligada à ideia de planejamento e ação. Ação que acompanha a evolução dos tempos, disseminando a cultura da Qualidade, Produtividade e Foco no Cliente.


Esta vivência integra a aprendizagem organizacional, o planejamento e a criatividade, como forma de alcançar a excelência em todos os níveis, e oferecer à sociedade um novo modelo de Educação para o Trabalho, Assessoria Técnica e Tecnológica e Informação Tecnológica.


O SENAI faz parte da história de Sergipe desde 1945, quando inaugurou seu primeiro Centro de Formação Profissional em Aracaju, hoje CET “Coelho e Campos”, contribuindo decisivamente para a formação profissional de várias gerações e para a industrialização no estado. Em 1946, o SENAI inicia o processo de interiorização inaugurando a Escola Têxtil de Estância, buscando atender a região Centro-Sul do estado que despontava como polo industrial. Ampliou sua atuação ao longo do tempo, tornando-se um Centro de Educação e Tecnologia atendendo a diversos segmentos de mercado, em seguida, inaugurou Centros de Treinamento nas cidades de Boquim e Neópolis e disponibilizou Unidades Móveis para atendimento às demais regiões, mas hoje, em função da nova estrutura organizacional, foram desativados, exceto as Unidades Móveis que ficaram sob a supervisão da SCM (Supervisão Compartilhada das Ações Moveis), bem como todas as demandas extra carretas, atendidas fora das demais unidades operacionais.


A modernização dos meios de comunicação trouxe grandes mudanças para o cenário mundial. A globalização exige das empresas um novo modelo operacional de gerenciamento, para atender a um mercado altamente competitivo. E, mais uma vez, o SENAI se enquadra em seu tempo. 


Para fazer frente a essa nova realidade foi criado em 1983, o Centro de Educação Profissional “Albano Franco”, no Distrito Industrial de Aracaju, com uma oferta diferenciada de cursos para as empresas que utilizam a tecnologia da automação industrial. Em 1995, oferece aos clientes da Indústria da Construção Civil modernas Instalações e Laboratórios, através da criação do Centro Integrado da Construção Civil, buscando fortalecer o crescimento e modernização do segmento industrial no Estado. Atualmente este centro encontra-se integrado à unidade operacional, Centro de Educação Profissional “Albano Franco” sob a mesma supervisão, bem como coordenada pela SSE supervisão de serviços educacionais.

 

 

Modernização Organizacional


O processo de reestruturação organizacional do SENAI DR/SE teve início em 1997 com a concepção de vários projetos estratégicos dentre eles o de implantação e implementação de um sistema de gestão pela qualidade.


Assim, em 1998 o SENAI DR/SE deu início ao processo de estruturação e implantação do SGQ, escolhendo a sede do Departamento Regional e o Centro de Educação e Tecnologia “Albano Franco” – Aracaju, como unidades pilotos. Estas unidades foram certificadas em julho de 1999 com base na IS0 9001:1994.


No ano seguinte, em dezembro de 2000, a organização realizou a certificação das demais unidades organizacionais, passando a contar com 100% das unidades certificadas com base na IS0 9001:1994.


A partir de janeiro de 2003 o SENAI DR/SE iniciou o processo de transição do seu sistema da qualidade para a versão IS0 9001:2000.


Dentre outros processos de modernização, ainda em 2003, a organização consolidou a implantação de uma nova ferramenta de mensuração de desempenho organizacional, denominada BSC - Balanced Scorecard.


Em maio de 2006, o SENAI/DR/SE iniciou outro processo de Reestruturação Organizacional aprovada pela Resolução NR 005/2006 do Conselho Regional do SENAI/SE com os objetivos de:


  •  Racionalizar os recursos humanos e materiais, reduzindo as funções de assessoria e de gerência, para aproximá-las da base da pirâmide organizacional, através das funções de coordenação, de supervisão e de suas equipes;
  • Reorganizar a gestão de planejamento estratégico, de controle orçamentário e de processos nas áreas de atividades meio, para fortalecer a estrutura de suporte às áreas de atividades fim do SENAI/SE;
  • Garantir qualidade e mais agilidade no desenvolvimento, na oferta e atendimento, na execução e no controle dos serviços prestados, em sintonia com os objetivos estratégicos.


Preparar a estrutura organizacional do SENAI/SE para integrar-se com as demais entidades da FIES e atender ao Plano Estratégico do Sistema Indústria 2006/2010.


Em 2008 foi aprovada a estrutura de administração compartilhada composta pelas seguintes áreas: CCSC – Coordenação do Centro de Serviços Compartilhados, CCPG- Coordenação Compartilhada de Planejamento Orçamento e Gestão, CCRH – Coordenação Compartilhada de Recursos Humanos, CCTI – Coordenação Compartilhada de Tecnologia da Informação, CCSA – Coordenação Compartilhada de Serviços Administrativos, CCFI – Coordenação Compartilhada de Finanças, CCCO – Coordenação Compartilhada de Contabilidade. As áreas de administração compartilhadas executam os processos correlatos a sua natureza para o SESI, SENAI e IEL.


Houve a transferência dos processos e dos recursos da APL (Planejamento) da DR para a Coordenação Compartilhada de Planejamento, Orçamento e Gestão conforme aprovação da DR e da ACQ para a Coordenação Compartilhada de Auditoria Interna, CCAI. Os processos de coordenação pedagógica e secretaria foram transferidos da supervisão das unidades operacionais e da SAM para a CPE; Os processos de manutenção da infraestrutura das unidades operacionais e das unidades móveis da SAM foram transferidos para CCSA.


A partir de julho de 2009 o SENAI DR/SE iniciou o processo de transição do seu sistema da qualidade para a versão IS0 9001:2008 com as adequações documentais e com as auditorias internas com foco na nova versão da norma.


Em 2010 foi aprovada uma nova estrutura de administração compartilhada que contempla as seguimtes áreas: ACI – Auditoria Compartilhada Interna, ACTI – Assessoria Compartilhada de Tecnologia da Informação, GCC – Gerência Compartilhada de Controladoria, GCP – Gerência Compartilhada de Pessoas, SCA – Supervisão Compartilhada de Aquisições, SCM – Supervisão Compartilhada de Ações Móveis, SCC – Supervisão Compartilhada do CET – Coelho Campos, SCF - Supervisão Compartilhada do CET – Albano Franco e SCI – Supervisão Compartilhada de Infraestrutura.


Ainda em 2010 foram criados a STT – Supervisão Técnica e Tecnológica área subordinada a GRM- Gerência de Relações com Mercado e SSE – Supervisão de Serviços Educacionais área subordinada a GEP – Gerência de Educação Profissional.


Em 2011 foi revisado o organograma do SENAI definindo a GRM, Gerência de Relações com Mercado como área compartilhada.


Em 2015 foi revisado o organograma do SENAI com a nova estrutura, mudança de siglário da STT – Supervisão Técnica e Tecnológica para STI – Supervisão de Tecnologia e Inovação e a ACTI – Assessoria Compartilhada de Tecnologia para GCTI – Gerência Compartilhada de Tecnologia da Informação.

 


Fonte de Financiamento da Organização

 

O SENAI DR/SE é uma entidade jurídica de direito privado, mantida por meio de contribuição compulsória, advinda de percentual da folha de pagamento das indústrias e integra o Sistema FIES – Federação das Indústrias do Estado de Sergipe.