MENU

Modernização Organizacional

moder.jpg

O processo de reestruturação organizacional do SENAI DR/SE teve início em 1997 com a concepção de vários projetos estratégicos dentre eles o de implantação e implementação de um sistema de gestão pela qualidade.

Assim, em 1998 o SENAI DR/SE deu início ao processo de estruturação e implantação do SGQ, escolhendo a sede do Departamento Regional e o Centro de Educação e Tecnologia “Albano Franco” – Aracaju, como unidades pilotos. Estas unidades foram certificadas em julho de 1999 com base na ISO 9001:1994.

No ano seguinte, em dezembro de 2000, a organização realizou a certificação das demais unidades organizacionais, passando a contar com 100% das unidades certificadas com base na ISO 9001:1994.

A partir de janeiro de 2003 o SENAI DR/SE iniciou o processo de transição do seu sistema da qualidade para a versão ISO 9001:2000.

Dentre outros processos de modernização, ainda em 2003, a organização consolidou a implantação de uma nova ferramenta de mensuração de desempenho organizacional, denominada BSC - Balanced Scorecard.

Em maio de 2006, o SENAI/DR/SE iniciou outro processo de Reestruturação Organizacional aprovada pela Resolução NR 005/2006 do Conselho Regional do SENAI/SE com os objetivos de:

•             Racionalizar os recursos humanos e materiais, reduzindo as funções de assessoria e de gerência, para aproximá-las da base da pirâmide organizacional, através das funções de coordenação, de supervisão e de suas equipes;

•             Reorganizar a gestão de planejamento estratégico, de controle orçamentário e de processos nas áreas de atividades meio, para fortalecer a estrutura de suporte às áreas de atividades fim do SENAI/SE;

•             Garantir qualidade e mais agilidade no desenvolvimento, na oferta e atendimento, na execução e no controle dos serviços prestados, em sintonia com os objetivos estratégicos

•             Preparar a estrutura organizacional do SENAI/SE para integrar-se com as demais entidades da FIES e atender ao Plano Estratégico do Sistema Indústria 2006/2010.

Em 2008 foi aprovada a estrutura de administração compartilhada composta pelas seguintes áreas: CCSC – Coordenação do Centro de Serviços Compartilhados, CCPG- Coordenação Compartilhada de  Planejamento Orçamento   e Gestão, CCRH – Coordenação Compartilhada de Recursos Humanos, CCTI – Coordenação Compartilhada de Tecnologia da Informação, CCSA – Coordenação Compartilhada de Serviços Administrativos, CCFI – Coordenação Compartilhada de Finanças, CCCO – Coordenação Compartilhada  de Contabilidade. As áreas de administração compartilhadas executavam os processos correlatos a sua natureza para o SESI, SENAI e IEL.

Houve a transferência dos processos e dos recursos da APL (Planejamento) da Diretoria Regional para a Coordenação Compartilhada de Planejamento, Orçamento e Gestão conforme aprovação da mesma e da ACQ para a Coordenação Compartilhada de Auditoria Interna, CCAI. Os processos de coordenação pedagógica e secretaria foram transferidos da supervisão das unidades operacionais e da SAM para a CPE. Os processos de manutenção da infraestrutura das unidades operacionais e das unidades móveis da SAM foram transferidos para CCSA.

A partir de julho de 2009 o SENAI DR/SE iniciou o processo de transição do seu sistema da qualidade para a versão ISO 9001:2008 com as adequações documentais e com as auditorias internas com foco na nova versão da norma.

Em 2010 foi aprovada uma nova estrutura de administração compartilhada que contempla as seguintes áreas: ACI – Auditoria Compartilhada Interna, ACTI – Assessoria Compartilhada de Tecnologia da Informação, GCC – Gerência Compartilhada de Controladoria, GCP – Gerência Compartilhada de Pessoas, SCA – Supervisão Compartilhada de Aquisições, SCM – Supervisão Compartilhada de Ações Móveis, SCC – Supervisão Compartilhada do CET – Coelho Campos, SCF - Supervisão Compartilhada do CET – Albano Franco e SCI – Supervisão Compartilhada de Infraestrutura.

Ainda em 2010 foram criados a STT – Supervisão Técnica e Tecnológica área subordinada a GRM- Gerência de Relações com Mercado e SSE – Supervisão de Serviços Educacionais área subordinada a GEP – Gerência de Educação Profissional.

Em 2011 foi revisado o organograma do SENAI, definindo a GRM, Gerência de Relações com Mercado como área compartilhada.

Em 2015 foi revisado o organograma do SENAI com a nova estrutura, mudança de siglário da STT – Supervisão Técnica e Tecnológica para STI – Supervisão de Tecnologia e Inovação e a ACTI – Assessoria Compartilhada de Tecnologia para GCTI – Gerência Compartilhada de Tecnologia da Informação.

Em 2018 foi revisado o organograma incluindo a ouvidoria do SENAI na estrutura organizacional visando atender o acórdão TCU 699/2016.

A partir de abril de 2018 o SENAI DR/SE iniciou o processo de transição do seu sistema da qualidade para a versão ISO 9001:2015 com os mapeamentos de processos, ajustes documentais e com as auditorias internas e alcançou a certificação ISO 9001:2015 em julho de 2018

Em 2019, as áreas de administração compartilhada passaram por restruturação organizacional passando a atender o SESI e o SENAI.

Para melhoria do desempenho em 2019, a entidade refinou os processos corporativos através do Programa Alinhar, utilizando-se de capacitações.

O SENAI-SE utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.